quinta-feira, 13 de maio de 2010

A virada de século

Últimos anos do século XIX e primeiros do século XX.





... e a ciência determina quase uma nova maneira de viver...


1895 - Marco referencial para a análise. Em torno dessa data que houve na história da ciência uma guinada decisiva: algumas descobertas experimentais, ampliaram muito o conhecimento microscópico do mundo atômico.


QUATRO GRANDES DESCOBERTAS:
RAIO X, ELÉTRON, EFEITO ZEEMAN E RADIOATIVIDADE


O elétron, que em 1833 já fora prognosticado em um estudo de Faraday, ofereceu muitos desafios aos cientistas.

O francês J.B. Perrin (1870-1942)
que, em 1895, demonstrou que os raios catódicos eram partículas carregadas negativamente. EM 1899, J.J. Thomson, professor da Universidade de Cambridge, fez a determinação da carga e da massa de elétron, e R.A. Millikan, em 1910, aperfeiçoou a determinação da massa.

PIETER ZEEMAN (1865-1943)
Físico holandês nascido em Zonnemaire, pequena vila da ilha de Schouwen, Zeeland, físico alemão que observou o efeito dos campos magnéticos nas riscas espectrais dos átomos (1896) e, por essa descoberta ganhou o Prêmio Nobel da Física (1902), dividido com Hendrik Antoon Lorentz, efeito esse que se tornou conhecido como efeito de Zeeman. Filho do clérigo Catharinus Forandinus Zeeman e sua esposa, née Wilhelmina Worst, foi educado em Zierikzee e, depois, estudou clássico em Delft por dois anos. Entrou para a Universidade de Leyden (1885) onde estudou mecânica com Kamerlingh Onnes e física experimental com Hendrik Lorentz. Foi nomeado (1890) assistente de Lorentz, onde integrou a equipe de pesquisas sobre o efeito Kerr. Obteve seu doutorado (1893), e foi para Instituto F. Kohlrausch, em Estrasburgo, onde trabalhou um semestre com E. Cohn. Retornou a Leiden (1894) onde foi privaat-docent (1895-1897). Na Universidade de Leiden, orientado por seu professor Hendrick Lorentz, ele descobriu o efeito Zeeman, efeito do magnetismo sobre a luz, ou seja, quando um raio de luz de uma fonte colocada em um campo magnético é examinado espectroscopicamente, a linha espectral divide em vários componentes. Esta descoberta confirmou a teoria de Lorentz de radiação eletromagnética, e ajudou os físicos na investigação dos átomos, e os astrônomos na medição do campo magnético das estrelas e, por este feito, ambos dividiram o Nobel de Física (1902). Nomeado (1900) foi professor de física da Universidade de Amsterdã (1900-1935), passando a dirigir o seu Instituto de Física (1908). Casado (1895) com Johanna Elisabeth Lebret, o casal tinha três filhas e um filho, quando ele morreu em Amsterdã.

Os raios X, foram descobertos por Wilhelm Conrad Rontgen,
quando em 8 de novembro de 1895, trabalhava com um válvula de Hittorf, totalmente coberta por uma cartolina preta em uma sala escura. A certa distância havia uma folha de papel tratada com platinocianeto de bário e usada como tela, que inexplicavelmente começou a brilhar, com emissão de luz. Algo devia estar atingindo-a para que brilhasse. Rontgen, surpreso com o fenômeno, pôs-se a pesquisá-lo. Colocou vários objetos entre a válvula e a tela e todos pareciam transparentes. Quando acidentalmente, sua mão passou em frente à válvula, viu seus ossos na tela. Estava descoberta uma radiação desconhecida: os raios X.
Rontgen, repetiu as experiências e elaborou um relatório preliminar a Sociedade Físico-Médica de Wurzburg. A descoberta dos raios x logo causou comoção no mundo científico. Rontgen foi convidado a fazer conferências sobre sua descoberta em vários lugares, mas sempre recusou por falta de tempo, pois precisava encontrar explicáção para o fenômeno. Passaram-se dezesseis anos, até que os trabalhos de Max von Laue e de Friedrich e Knipping esclarecessem dúvidas a respeito dos raios X. Rontgen foi o primeiro laureado com o Prêmio Nobel de Física, em 1902.

A RADIOATIVIDADE foi, muito provavelmente, a mais revolucionária e mais emocionante descoberta do fim-de-século.

5 comentários:

  1. O que seria da humanidade sem essas 4 grandes descobertas?

    ResponderExcluir
  2. ACONTECEU UMA GRANDE "VIRADA" NA HISTÓRIA DA CIÊNCIA, TUDO O QUE OCORREU NESSE FINALZINHO DE SÉCULO FOI REVOLUCIONÁRIO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE, ESTÁ SE APERFEIÇOANDO CADA VEZ MAIS.

    ResponderExcluir
  3. A ciência é uma grande porta de entrada para um mundo de descobertas, cada século que passa as experiências e criações são mais aperfeiçoadas, principalmente a VIRADA do século XIX para o XX.

    Lidiane - Matemática - 6ºsemestre

    ResponderExcluir
  4. Verificamos e destacamos os acontecimentos, para a Ciência e a Humanidade um grande avanço. Márcio 6° semestre de Matemática

    ResponderExcluir
  5. PRINCIPALMENTE A MEDICINA NÃO TERIA CONDIÇÕES DE OFERECER DIAGNÓSTICO PARA DIVERSAS DOENÇAS.
    ESSES DIAGNÓSTICOS SÃO OS PARAMETROS QUE ORIENTAM OS MÉDICOS À QUAL TRATAMENTO DEVE SER EMPREGADO NA CURA OU MELHORA DA SAÚDE DO PACIENTE.

    ResponderExcluir